Jogos que podem melhorar a memória

Juliana Pacilio
8 Min Leitura
Colagem com Minecraft (esquerda), Civilization V (meio) e Tetris (direita)

Destaques

  • Videogames como Minecraft e Big Brain Academy podem realmente melhorar a função cognitiva e as habilidades de memória.
  • Tetris, Civilization 5 e Brain Age desafiam os jogadores a pensar criticamente e melhorar a memória.
  • Jogos como Brain Age oferecem benefícios científicos para as faculdades mentais, ao mesmo tempo que proporcionam entretenimento.

Muitos jogadores cresceram ouvindo as mesmas velhas preocupações dos pais. “Os videogames vão apodrecer seu cérebro.” Mas à medida que mais e mais estudos são publicados, verifica-se que o inverso é verdadeiro – pelo menos em alguns casos.

Foi comprovado que certos videogames realmente melhoram a função cognitiva e as habilidades de memória do jogador.

Alguns jogos modernos são projetados tendo em mente a educação. Outras vezes, desbloquear o potencial do cérebro é apenas uma feliz coincidência de um divertido jogo de quebra-cabeça que força os jogadores a pensar criticamente para vencer.

De qualquer forma, os videogames estão provando ser uma obra de arte bastante funcional – capaz de educar e também de entreter.

1 – Minecraft: Edição Educacional

A educação do Minecraft prova seu valor na sala de aula

A infância mudou dramaticamente nas últimas duas décadas. As crianças de hoje têm acesso a uma tecnologia incrivelmente sofisticada que nenhuma outra geração teve enquanto crescia.

Isso teve uma influência dramática tanto em sua educação quanto em seu senso de diversão. Mas quem poderia imaginar que ambos os pontos acabariam por encontrar um terreno comum na Minecraft?

Educação Minecraft cria uma versão simples e adequada para sala de aula do jogo baseado em cubos mais popular do mundo.

Os professores usam este jogo desde 2016 para facilitar aulas em grupo sobre matemática, compreensão de leitura e resolução de problemas.

E é muito mais provável que as crianças se envolvam na aula e pensem de forma criativa porque não ficam entediadas olhando para o quadro branco.

Eles estão olhando para o epicentro colorido do aprendizado visual e o Santo Graal dos videogames modernos. Tudo fica mais divertido com Minecraft.

2- Big Brain Academy: Cérebro vs. Cérebro

Ganhe um diploma em energia cerebral grande

O Big Brain Academy série é como se Festa do Mário foi projetado para tornar as pessoas mais inteligentes.

Cada entrada coloca os jogadores em um desafio de minijogos projetados para testar sua capacidade intelectual, sendo a memorização apenas uma das muitas habilidades no placar.

Lógica, matemática e análise também são testadas, fazendo com que a massa cinzenta do jogador cresça e “envelheça” a cada teste.

Big Brain Academy: Cérebro vs. Cérebro é a entrada mais recente da série. Lançamento em 2021 no Nintendo Switch, é a primeira entrada a oferecer multijogador, tanto local quanto online.

Uma pequena competição amigável (de novo, à la Festa do Mário) pode ser a coisa certa para motivar os jogadores a trabalharem ainda mais para melhorar suas habilidades de memória.

3 – Civilization 5

Um jogo onde você precisa se lembrar… praticamente tudo

Os jogos de estratégia baseados em turnos são projetados para recompensar jogadas inteligentes e pensamento crítico.

Apenas acompanhar as regras em si é um exercício de boa memória, sem falar no controle dos recursos e de tudo o mais que acontece na tela.

Civilization é frequentemente citada como a melhor série de jogos de estratégia do mercado, com Civilization 5 permanecendo como o melhor da série.

Os jogadores devem transformar a sua civilização emergente num império próspero, gerindo todos os aspectos enquanto mantêm relações diplomáticas com grupos vizinhos.

Civilization 5 também dá a várias mecânicas de jogo uma revisão completa das parcelas anteriores, forçando até mesmo os jogadores veteranos da franquia a ficarem atentos.

Seu sistema de grade baseado em hexadecimal adiciona movimentos e estratégias ainda mais complexos e gerenciamento de recursos aprofundado pelos quais a série é famosa. Afinal, construir um império que dure séculos não é tarefa fácil.

4- Tetris

“Tetris Brain” é realmente uma coisa muito boa

Ao lado de outros grandes como Pong e Pac-Man, Tetris é um dos principais membros fundadores da indústria de videogames.

Sua popularidade consistente é incomparável, com inúmeras novas iterações mantendo o jogo simples, mas viciante, ainda relevante mais de quarenta anos após seu lançamento inicial.

Este status fenomenal na cultura pop levou Tetris para se tornar foco de inúmeros estudos científicos e análises comportamentais ao longo dos anos.

Um psicólogo, Richard Haier argumenta que jogar Tetris regularmente pode melhorar a memória de uma pessoa.

Outros estudos afirmam que jogar Tetris pode ajudar a prevenir o TEPT após uma experiência traumática, reduzindo a chance de memórias traumáticas persistentes.

Há algo nessas configurações quadradas em queda que é bom para estimular a massa cinzenta de todas as maneiras certas.

Talvez seja a mesma coisa que faz com que jogadores ávidos vejam esses blocos sempre que fecham os olhos!

5 – Idade do cérebro: treine seu cérebro em minutos por dia!

A idade cerebral por dia pode manter a perda de memória sob controle

Idade do Cérebro e Big Brain Academy eles seguem uma linha semelhante de minijogos projetados para melhorar as faculdades mentais dos jogadores, mas Idade do Cérebro tem mais evidências científicas para apoiar suas afirmações.

muitos estudos apontando para este jogo de quebra-cabeça do DS como uma ajuda para “manter o cérebro afiado”, semelhante a jogos como Sudoku e Scrabble.

Outras fontes até sugerem que tais jogos podem ajudar prevenir o aparecimento de demência ou ajudar pacientes com demência com a deterioração de suas habilidades de memória.

É claro que os jogadores não verão a própria Nintendo fazendo tais afirmações. Eles estão principalmente no negócio do entretenimento.

Série como Idade do Cérebro e Big Brain Academy destinam-se apenas a ser jogos divertidos de quebra-cabeça que tornam os jogadores sentir mais inteligente, não tornar-se mais esperto.

Idade do Cérebro acontece que é uma exceção incrivelmente benéfica a essa regra. Mesmo que alguns estudos sobre o jogo sejam, na melhor das hipóteses, inconclusivos, não custa nada tentar, certo?

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias!

Tag:
Compartilhe este artigo