Explorando um nível em Braid e lutando contra inimigos em Touhou Luna Nights

Prince of Persia: The Lost Crown é diferente de tudo que a série já viu. É também o primeiro jogo novo da série em consoles em mais de uma década, então os novatos podem nem saber do que se trata esta série. Normalmente, eram jogos de ação e aventura em 3D com mecânica baseada no tempo.

Destaques

  • Prince of Persia: The Lost Crown é diferente dos jogos anteriores da série, adotando um estilo de jogo Metroidvania 2D.
  • Os fãs da série também devem conferir Assassin’s Creed Crônicas um jogo furtivo 2D com temas semelhantes ao Príncipe da Pérsia.
  • Outros jogos recomendados incluem Trança, Indivisível, La-Mulana, Shantae e a Maldição do Pirata, Super Time Force, Timespinner, e Noites de Lua em Touhou todos oferecendo uma visão única do gênero Metroidvania.

A jogabilidade de Prince of Persia: The Lost Crown é mais parecido com um Metroidvania 2D, o que é ótimo para fãs do gênero. Existem muitos outros Metroidvanias que os fãs também podem gostar, alguns obscuros e outros populares.

Além de Metroidvanias, alguns outros jogos relacionados mergulham nos temas de Prince of Persia: The Lost Crown incluindo manipulação do tempo e invasão de tumbas.

8 – Assassin’s Creed Crônicas

Pontuação Metacrítica: 70

Arte promocional com personagens de Assassin's Creed Crônicas

Desde o Assassino Creed série foi derivada de Prince of Pérsia faz sentido oferecer um dos jogos como homenagem. Assassin’s Creed Crônicas faz mais sentido tematicamente ao lado Prince of Persia: The Lost Crown.

Foi um impulso da Ubisoft criar conteúdo episódico para a série baseado em várias regiões intocadas do mundo.

No final das contas, deu origem a três aventuras 2D que aconteceram na China, Índia e Rússia, com diferentes protagonistas em vários momentos da história. Apesar do rebaixamento nas dimensões, todos os três jogos ofereceram muita jogabilidade furtiva e de assassinato que os fãs adoraram.

7 – Trança

Pontuação Metacrítica: 93

Explorando um nível no Braid

Trança

  • Plataforma(s) PC, PS3, Xbox 360
  • Lançado 6 de agosto de 2008
  • Desenvolvedor(es) Número Nenhum Inc.
  • Gênero(s) Quebra-cabeça, Plataforma Veja no Site Oficial Veja em Steam

Trança foi um dos primeiros grandes jogos indie a explodir durante os primeiros anos do conteúdo digital. Era um Xbox 360 exclusivo no início, e estrelou um homem aparentemente comum de terno que estava saindo para salvar sua namorada.

O enredo e a jogabilidade de plataforma fizeram com que parecesse uma homenagem ao Mário série, mas Braid era muito mais do que isso.

Havia uma mecânica de retrocesso no tempo que o tornava mais parecido com um jogo de quebra-cabeça com alguns usos verdadeiramente inventivos da mecânica. Além disso, o final da reviravolta provavelmente foi algo que ninguém previu na época.

6 -Indivisível

Pontuação Metacrítica: 82

Lutando uma batalha em Indivisível

Indivisível

  • Plataforma(s) PS4, Xbox One , Switch computador
  • Gênero(s) RPG de ação
  • Desenvolvedor(es) Jogos do Laboratório Zero

Indivisível foi feito pela equipe que fez o jogo de luta Caveiras, que foi elogiado por sua animação 2D. Esse mesmo estilo de arte foi usado neste jogo, mas em vez de um lutador, era uma mistura de alguns gêneros diferentes.

Às vezes parecia um Metroidvania com exploração profunda através de várias ruínas.

O combate foi realizado em batalhas por turnos, embora com os membros do grupo colados em botões específicos, como Perfil de Valquíria.

Prince of Persia: The Lost Crown os fãs gostariam deste não apenas por causa da estética 2D, mas por causa da influência da cultura do Oriente Médio.

5 – La-Mulana

Pontuação Metacrítica: 87

Lutando contra um chefe em La-Mulana

  • Plataformas: PlayStation Vita, Nintendo Wii, PC, macOS, Linux
  • Lançado: 27 de junho de 2006
  • Desenvolvedor: Projeto GR3

La-Mulana é sem dúvida um Metroidvania, ao contrário Indivisível influências menores. É muito parecido Indiana Jones com o chicote como arma, a localização e o figurino. A arte da caixa ainda faz com que pareça um Indiana Jones homenagem.

É um Metroidvania durão também, com a plataforma um pouco implacável, junto com o combate.

É um Metroidvania que não é para os fracos de coração, mas toda a exploração das ruínas é um bom momento para aqueles que conseguem reunir coragem. Além disso, há uma sequência que vale a pena conferir depois disso.

4 – Shantae e a maldição do pirata

Pontuação Metacrítica: 86

Tomando banho em Shantae e a maldição do pirata

Shantae e a maldição do pirata

  • Plataforma(s) 3DS, PC, PS4, PS5, Switch Wii U , Xbox One
  • Gênero(s) Plataforma, Metroidvania

Exceto pelo primeiro jogo, que era mais um jogo de plataforma, todos os Shantae os jogos são Metroidvanias. Shantae e a maldição do pirata a terceira entrada, está entre as melhores para os fãs do gênero, mas suas pontuações são bastante equilibradas.

Cada jogo traz a titular Shantae em uma aventura para impedir que piratas ou alguma outra forma de mal destrua sua amada ilha e a cidade que a acompanha.

Seu principal ataque é o cabelo, que os jogadores podem atualizar com shampoo, engraçado, para torná-lo mais forte. São jogos bobos cheios de personagens coloridos, masmorras para explorar e muito serviço de fãs.

3 – Super Força do Tempo

Pontuação Metacrítica: 82

Lutando contra inimigos em Super Time Force Ultra

  • Plataformas: PlayStation 4, PlayStation Vita, Xbox One, Xbox 360, PC, macOS, Linux
  • Lançado: 14 de maio de 2014
  • Desenvolvedor: Jogos de Capivara

Profundamente Prince of Persia: The Lost Crown, os jogadores encontrarão uma série de quebra-cabeças baseados em uma mecânica de dilatação do tempo.

Eles terão que sincronizar seus movimentos com múltiplas formas de Sargon para resolver quebra-cabeças. É um dos melhores quebra-cabeças do jogo e os fãs desta seção vão adorar Super Força do Tempo.

É um jogo de correr e atirar em 2D que, à primeira vista, parece um Contra clone. No entanto, é muito mais do que isso e é incrivelmente fácil morrer.

Os pagadores podem passar por seções pesadas manipulando o tempo. Enviar uma versão de seu personagem para cuidar de um inimigo garantirá a passagem enquanto a versão principal passa. O slogan deveria ser: “É o Contra do homem que pensa!”

2 – Timespinner

Pontuação Metacrítica: 84

Lutando contra inimigos no Timespinner

Timespinner

  • Plataforma(s) Nintendo Switch , Xbox One Playstation 4 , Linux
  • Lançado 25 de setembro de 2018
  • Desenvolvedor Jogos de Raios Lunares
  • Gênero(s) Aventura, Plataforma, Jogos Indie, Luta, Tiro Veja em Steam

Girador do tempo é outro Metroidvania com mecânica baseada no tempo. Os jogadores controlam as areias do tempo, assim como os mais antigos jogos, para congelar tudo no lugar.

Isso permite que os jogadores contornem os inimigos se quiserem, ou também podem usar inimigos solidificados para fins de plataforma.

Não é um jogo cheio de quebra-cabeças, então é aí que a mecânica inventiva para. Caso contrário, é um RPG sólido com sistemas de nivelamento e muitos itens para coletar enquanto explora seus vastos ambientes.

1 – Noites de Luna em Touhou

Pontuação Metacrítica: N/A

Lutando contra inimigos em Touhou Luna Nights

Noites de Lua em Touhou

  • Plataforma(s) Computador, PS4, PS5, Switch , Xbox One
  • Lançado 20 de agosto de 2018
  • Desenvolvedor Revista Vaka Game, Equipe Ladybug
  • Gênero(s) Ação, Metroidvânia

Noites de Lua em Touhou é muito parecido Girador do tempo. É um Metroidvania com elementos de tempo que congelam os inimigos para fins de plataforma.

Ele também interrompe outros objetos a tempo, como a água, permitindo que os jogadores contornem os lagos se necessário.

Touhou tem todos os apetrechos de Castlevania: Symphony of the Night, do sistema de nivelamento à estética artística.

Em vez de um vampiro, porém, os jogadores são uma empregada de anime que pode atirar dezenas de facas em seus oponentes. Dos muitos Metroidvanias indie por aí, este não recebe amor suficiente.

Príncipe da Pérsia A Coroa Perdida Prince of Persia: The Lost Crown

  • Plataforma(s) Computador, PS5, PS4, Xbox Series X, Xbox Series S, Xbox One , Switch
  • Lançado 18 de janeiro de 2024
  • Desenvolvedor(es) Ubisoft Montpellier
  • Gênero(s) Ação, plataforma, 2D

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias!