Starfield: Os jogadores agora estão reclamando dos espelhos, por algum motivo

Marcos André
5 Min Leitura
Starfield  - Jogador na frente de planetas duplos

Destaques

  • Reflexos espelhados em Starfield geraram um debate na comunidade do jogo, com alguns comparando-os a jogos mais antigos.
  • Muitos usuários defenderam Starfield apontando que os reflexos espelhados são difíceis de criar e mesmo jogos graficamente intensos como Cyberpunk 2077 não têm reflexos espelhados naturais.
  • Os videogames costumam usar técnicas diferentes, como reflexões planares e mapeamento de cubo, para criar reflexos espelhados, e os avanços na tecnologia estão tornando os reflexos em tempo real mais comuns.

Um jogador gerou um novo debate na comunidade do jogo. Desta vez, trata-se de reflexos espelhados.

A discussão foi iniciada por um usuário do Reddit, que acessou o subreddit Starfield no início desta semana para postar uma comparação lado a lado dos reflexos do espelho em Starfield (que são inexistentes) e em Duke Nukem 3D de 1996.

Este último inclui reflexos espelhados, que, à primeira vista, podem levar as pessoas a acreditar que Starfield não é tão avançado tecnicamente quanto um jogo de quase 30 anos atrás. Mas isso simplesmente não é o caso.

Apesar de ter mais de 6.000 votos positivos, houve centenas de comentários defendendo a honra de Starfield. Muitos foram rápidos em apontar que mesmo títulos graficamente intensos como Cyberpunk 2077 não têm reflexos espelhados naturais.

Em vez disso, qualquer espelho encontrado no Cyberpunk 2077 deve ser “ativado” para ver o reflexo. Mas você não vê a comunidade Cyberpunk reclamando!

Outros também apontaram como é difícil criar o efeito de reflexos espelhados. “Na verdade, os reflexos são INCRIVELMENTE difíceis de fazer em jogos”, disse um usuário, enquanto outro usuário explicou como uma contagem menor de polígonos (como Duke Nukem 3D) torna mais fácil criar um reflexo espelhado.

Então, como FAZER espelhos funcionarem em jogos?

espelho cyberpunk 2077À medida que os videogames continuam avançando cada vez mais a cada ano que passa, certos recursos tornam-se cada vez mais difíceis de implementar.

Os reflexos espelhados, por exemplo, podem exigir que os desenvolvedores renderizem tudo duas vezes, dobrando a quantidade de recursos necessários.

Isso não quer dizer que não seja possível. De Super Mario 64 a Hitman 3, os reflexos espelhados não são exatamente incomuns. Há um fantástico vídeo da Inside Gaming que detalha algumas técnicas diferentes usadas pelos desenvolvedores para criar reflexos espelhados.

Uma técnica utilizada é chamada de ‘reflexões planas’, que renderiza o ambiente pela segunda vez, mas de uma perspectiva invertida. Isso significa que não é um reflexo, por si só, e, na verdade, é o jogador controlando um personagem duplicado que está invertido.

Depois, há o ‘mapeamento de cubo’, que envolve a geração de um mapa de textura 2D estático de um ambiente específico e depois projetado a partir do interior de um cubo. O reflexo mostrado ao jogador depende então do ângulo da câmera do jogador.

Mas quando se trata de mapeamento de cubos, você descobrirá que está longe de ser perfeito, com os desenvolvedores frequentemente aplicando um filtro borrado para que você não consiga ver as imperfeições.

Finalmente, temos ‘reflexos no espaço da tela’. Este método é frequentemente usado para reflexos menos detalhados, como poças ou reflexos em uma superfície brilhante, e anota o ambiente ao redor do jogador e projeta uma versão disso para o jogador ver.

Embora uma combinação dos métodos acima seja usada regularmente, os avanços no ray tracing e nas arquiteturas de chips GPU de empresas como AMD e Nvidia estão tornando os reflexos em tempo real mais comuns.

Se você quiser saber mais, não deixe de conferir o vídeo completo do Inside Gaming.

Imagem da capa de Starfield em 2.000x2.000 Starfield

  • Lançado 6 de setembro de 2023
  • Desenvolvedor(es) Bethesda

Siga-nos no Google News para receber as últimas notícias!

Tag:
Compartilhe este artigo